Get Adobe Flash player

Pequenas coisas - (6ª Reflexão )

Eu já esmaguei várias formigas na minha vida mas essa eu tive dó! Olhando-a fazendo um esforço sobre humano para carregar um pedaço de mortadela me comoveu. Sua carga deveria ter umas vintes vezes seu peso e talvez seis vezes maior.  A coitadinha puxava, puxava dava dez passos parava, largava o produto depois voltava ficava em torno do petisco, voltava a puxar. A formiguinha parecia desesperada mas tinha que levar avante seu propósito. Nessa história toda foi eu quem ajudou a levar a carga de forma indireta. Havia alguns obstáculos como um pedaço de papel, um prendedor de roupas, alguns crachás. Tirei tudo da frente e a pobrezinha levou sua comida. Esta foi uma cena muito bonita porque me despertou para a questão da comunidade. A comida que a formiga estava carregando não era somente para si havia toda uma prole a espera  e é esta espera que é importante para uma vida. Há muito conforto quando fazemos alguma coisa sabendo que alguém o aguarda para uma divisão, é o espírito de família unida. Foi uma cena para muitos sem importância mas é nas pequenas coisas que tiramos grandes lições.

O subconsciente é uma maravilha ele nos diz inconteste que é hora de um posicionamento concreto. Enfatizar a possibilidade de uma união para salvaguardar um relacionamento em detrimento a um compromisso assumido com o universo não é a melhor penhora e muito menos se aplica à ordem lógica da vida. Uma vez que se alocou em si vontades deste mundo é preferível reiniciar do nada mas nunca forçar o convívio. Também não é por acaso essa vontade tudo vem por inspiração e ao seu tempo. Antes que este se vá Deus confiou-nos seu legado, buscar a eterna felicidade. A missão para conquistá-la está nos momentos vividos aqui, porque adiar, e quando tivermos de prestar contas do que nos foi confiado? Não há porque desistir. Encarar de peito aberto, lutar. Tudo acaba bem, se não está bem e por que nada acabou. Os encontros assim chamados de casuísticos não existe uma vez que cada passagem na vida cada alma conquistada cada momento vivido é o benefício que se tem para alcançar a perfeição por conseguinte o progresso, e sozinho fica difícil   navegar rumo a eternidade rapidamente.

Desde um gesto solitário no secreto do seu quarto até um momento grandioso de sublimação coletiva fica gravado no arquivo da mente o que se tirou de bom e então é mais um ponto conquistado, junta-se tudo e teremos no final da provação os pontos positivos que é salutar a Deus. E o Ser ganhou com isso, pois soube administrar tão bem sua vida que nada mais será sonho.

Minha disposição em deixar que pessoas que a muito não vejo se manifeste em minha vida está diretamente ligada ao  meu propósito como ser humano. Revigora minha alma com a energia do reconhecimento. Eu creio nisto em absoluto. Crianças, adolescentes, adultos e até uma simples plantinha no canto da sala surge como se viessem do nada e de repente começa a fazer parte da vida e você sorri entusiasmado em tê-los consigo, é maravilhoso. Nossa ânsia em viver conjuntamente, em fraternidade nos enche de prazer e cada gesto do outro cada desejo de aproximação é a evidência do resgate passado através do reencontro.

 
Banner